Por acordo entre os vereadores, foi aberto espaço no Grande Expediente da sessão de quinta-feira, 8/12, para um representante dos educadores sociais de Canoas falar sobre os problemas enfrentados pela categoria. Gerson Luiz Antony revelou aos vereadores as dificuldades enfrentadas por esses trabalhadores no atendimento de pessoas acolhidas em casas de abrigo do município.

Segundo Antony, o trabalho desses profissionais é bastante complexo, pois atendem pessoas abrigadas por diferentes problemas e não contam com condições adequadas para a atividade. Ele revelou que faltam medicamentos e material de trabalho, até os mais simples, como luvas. Os educadores sociais entendem que a melhoria nas condições de trabalho passa também pela alteração da lei que criou o cargo. Eles pediram o apoio dos vereadores nas negociações com a Prefeitura, que visa a adequação dessa legislação.

Apoio

O líder do governo na Câmara, vereador Ivo Fiorotti (PT) garantiu que há disposição do executivo para tratar do assunto e buscar a isonomia entre as várias atividades semelhantes. Também revelou que encontro com o prefeito, agendado para dezembro, foi adiado para o mês de janeiro. Os vereadores José Carlos Patricio, Airton Souza, Aloísio Bamberg e Juaes Hoy destacaram a importância da atividade dos educadores sociais e manifestaram seu apoio às reivindicações. Carlos Eri Lima (PSDB) também elogiou os profissionais e criticou a omissão da Prefeitura em dar condições adequadas de trabalho para eles.

Câmara Canoas

Fale Conosco

Rua Ipiranga, 123 - Centro - CEP 92010-290 - Canoas / RS
Telefone: (51) 3462-4800
Horário: segunda a quinta-feira, das 12h15min às 18h15min e sexta-feira, das 8h às 14h.
protocolo@camaracanoas.rs.gov.br
CNPJ: 89.768.535/0001-10