INDICAÇÕES

Indicação nº 22/2017, de autoria do vereador Marcus Vinícius – Quinho (PDT). Solicita à empresa RGE Sul a instalação da Rede de energia elétrica de Baixa Tensão (BT) nos postes da Rua Waldomiro Lízio Ângelo Zanetti, antigo Beco da Servidão, no bairro Mato Grande.

Indicação nº 23/2017, de autoria do vereador Marcus Vinícius – Quinho (PDT). Solicita à Corsan a instalação da Rede de Abastecimento de Água por toda a extensão da Rua Waldomiro Lízio Ângelo Zanetti, antigo Beco da Servidão, no bairro Mato Grande.

PRONUNCIAMENTOS

SEGURANÇA – O vereador Sargento Santana (PTB) parabenizou os policiais civis e militares e os guardas municipais pelas ações realizadas e elogiou o comprometimento do prefeito Luiz Carlos Busato com as propostas de campanha e pela articulação das forças de segurança. "A segurança está tomando forma novamente em Canoas", salientou. Santana pediu o apoio dos vereadores ao trabalho realizado pela Prefeitura. O parlamentar também abordou o colapso na segurança pública do Estado, citando, entre as razões, a crise financeira, redução das forças policiais, caos no sistema carcerário e equívocos administrativos. Enfatizou que a Brigada Militar atua com 19 mil homens, enquanto precisaria de 37 mil. Na Polícia Civil, o efetivo é de 5,4 mil, mas necessitaria de 11,7 mil. Já na Susepe, que conta com 5,5 mil agentes, seriam necessários 8,4 mil. Em relação às vagas dos presídios, salientou que existem 23,3 mil para abrigar 31 mil presos.

ANIMAIS – A lei estadual 13.193/2009 foi abordada pelo vereador Cris Moraes (PV). O parlamentar disse que o texto, que trata do cão comunitário, atribuiu direitos aos animais. Também comentou a lei municipal 4.266/1998, que dispõe sobre o controle populacional de animais e a prevenção de zoonoses. O vereador propôs que a Câmara, por meio da Comissão de Meio Ambiente, busque avanços na política de bem-estar animal e melhorias para a cidade e as pessoas.  

PRIVATIZAÇÃO – O vereador Marcus Vinícius – Quinho (PDT) voltou a abordar o tema das privatizações e reiterou que o poder público deveria priorizar três segmentos: educação, saúde e segurança. Defendeu que o atual modelo de gestão se mostra incapaz de atender as demandas da população e enfatizou que não se trata de defender o processo de privatização, mas de promover o debate responsável sobre o tema. Quinho também disse que apresentou, em parceria com o colega de partido Rodrigo Finkler, projeto de captação de recursos para a área da segurança ao prefeito Luiz Carlos Busato. Sobre as privatizações, a vereadora Maria Eunice (PT) falou sobre a preocupação com setores estratégicos, como o da energia e a água. Defendeu a necessidade de debate sobre o assunto diante das articulações que ocorrem em nível nacional e estadual.

SAÚDE – O vereador Quinho (PDT) comentou também matéria publicada pelo jornal O Timoneiro sobre o Hospital Nossa Senhora das Graças. Afirmou que é preciso respeitar o tempo da nova gestão para que as ações que estão sendo implementadas alcancem os resultados esperados. Disse que existem críticas a serem feitas, mas defendeu o acompanhamento das coisas boas que vêm acontecendo no hospital. Em resposta ao pronunciamento, o presidente da Câmara, vereador Juares Hoy (PTB), disse não acreditar na nova administração do hospital, pois, em sua avaliação, ela segue o mesmo estilo da anterior, que ampliou a dívida da instituição.

SAÚDE II – A vereadora Maria Eunice (PT) relatou experiência vivida por ela ao realizar exame de sangue no Hospital Nossa Senhora das Graças pelo SUS. Afirmou que o tempo de espera durou mais de quatro horas e que centenas de pacientes aguardavam atendimento. Destacou que a situação ocorre, segundo os usuários, em função da concentração de exames na instituição, antes distribuídos em laboratórios conveniados.

HOMENAGEM – O vereador Paulinho de Odé (PT) comentou as festas em homenagem à Nossa Senhora dos Navegantes e Iemanjá. Disse que recebeu o convite para ajudar a organizar o evento em Imbé, no Litoral Norte, que culminou com a maior carreata realizada na cidade. O parlamentar salientou que Canoas é expoente no respeito à diversidade religiosa e defendeu o diálogo inter-religioso e a inclusão de religiões historicamente excluídas.

VEREADOR – Gilson Oliveira (PP) lembrou de sua trajetória antes de ser eleito vereador e disse que os parlamentares conquistam uma vaga na Câmara com base em sua história e trabalho. Enfatizou que existem momentos em que as posições políticas devem ser deixadas de lado para que os vereadores trabalhem pelo bem comum.

MINUTO DE SILÊNCIO – Um requerimento da vereadora Maria Eunice (PT) propondo um minuto de silêncio pela morte da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, apresentado durante a Ordem do Dia, gerou polêmica entre os parlamentares. Diante da divergência de opiniões, a bancada do PT solicitou que o voto fosse nominal. Além da autora do requerimento, foram a favor os vereadores Ivo Fiorotti, Paulinho de Odé e Emilio Neto, membros da bancada do PT, e os vereadores César Augusto (PRB), Aloisio Bamberg (PCdoB) e Patteta (PP). Os demais presentes foram contrários e o pedido de minuto de silêncio acabou rejeitado. 

Câmara Canoas

Fale Conosco

Rua Ipiranga, 123 - Centro - CEP 92010-290 - Canoas / RS
Telefone: (51) 3462-4800
Horário: segunda a quinta-feira, das 12h15min às 18h15min e sexta-feira, das 8h às 14h.
protocolo@camaracanoas.rs.gov.br
CNPJ: 89.768.535/0001-10