Uma moção de repúdio ao Projeto de Emenda Constitucional (PEC) 251/2016 foi aprovada pela Câmara na sessão desta quinta-feira (14). Apresentado por diversos vereadores, o documento ressalta que a proposta do governo do Estado visa acabar com a paridade entre os servidores estaduais civis e militares, tanto da ativa como os inativos, acarretando em perdas salariais irreparáveis. Na votação, apenas o vereador Cezar Mossini (PMDB) foi contrário ao requerimento.

O vereador Airton Souza (PP) lembrou que a ideia da moção surgiu entre os parlamentares após Grande Expediente realizado em março, proposto por ele, com a participação da Associação Beneficente dos Servidores de Nível Médio do 15º BPM. Na ocasião, representantes da entidade manifestaram o repúdio e a inconformidade da categoria diante do parcelamento de salários e, em especial, com a PEC 251/2016.

No texto da moção, os vereadores ressaltam ter a esperança de que não ocorra a aprovação do projeto e de que sejam garantidos aos servidores públicos todos os seus direitos, além de uma aposentadoria justa e digna. "Sabemos das dificuldades do Estado, mas não podemos admitir que direitos dos servidores sejam subtraídos", afirmou Airton. Juares Hoy (PTB) lamentou a situação de abandono da segurança pública no Estado. O vereador comentou a posição de deputados estaduais do PDT e PTB contrários à PEC 251. 

 

Fotos: Willyan Bertotto

Câmara Canoas

Fale Conosco

Rua Ipiranga, 123 - Centro - CEP 92010-290 - Canoas / RS
Telefone: (51) 3462-4800
Horário: segunda a quinta-feira, das 12h15min às 18h15min e sexta-feira, das 8h às 14h.
protocolo@camaracanoas.rs.gov.br
CNPJ: 89.768.535/0001-10